Os perigos em Paris – 3 golpes que tentaram aplicar em mim.

DSC_0370

Olá leitores!

Hoje irei falar sobre um assunto nada agradável, mas necessário informar, já que é inexplicavelmente comum nas ruas de Paris.

Como nenhuma cidade é perfeita, Paris também possui um lado negativo em relação a golpes que fazem muitos turistas perderem seus pertences como dinheiro e objetos de valor. Os golpes que tentaram aplicar em mim e felizmente escapei foram:

  • A pulseira na escada da Basilique du Sacré Coeur de Montmartre: Na subida com meu marido para a basílica, vários rapazes nós perguntavam da onde eramos e queriam nós oferecer uma pulseira em troca de algum valor em dinheiro. Como eu já havia ouvido falar sobre isso, mantive meus braços juntos ao corpo e os meus pertences porque soube em vários relatos que eles colocam a pulseiras na pessoa e depois atormentam para consegui o dinheiro.
  • O anel de ouro no chão: ao caminhar no jardim do museu do Louvre, uma menina na minha frente simulou pegar um anel (semelhante a uma aliança) do chão e apontou o objeto para mim como se estivesse questionando se era meu, mas eu continuei andando como se nada tivesse acontecido. Esse truque se baseia no oferecimento do anel para compra, dizendo que parece ser uma aliança de ouro cara e tentam te vender por um valor bastante inferior de um ouro de verdade. (Este golpe foi na minha primeira ida em Paris em 2013)
  • Um bola embaixo de um dos três copos: incrivelmente esse golpe é feito em pontos fixos (ao menos até a data dessa publicação) na saída do metrô a caminho da Torre Eiffel; no chão estão três copos, onde uma bola de tamanho médio (quase uma palma de uma mão) é colocada em baixo de um dos copos e as pessoas tem que adivinha onde esta, apostando 50 euros ou 100 euros (no mínimo). Entretanto, o truque está na bola que é de um material maleável, onde o golpista esconde com facilidade na mão. O que torna mais a aposta parecer ser verídica  é que ele não age sozinho, existem pessoas em volta que interpretam como plateia e apostadores onde um ganha e um  outro perde. A pessoa que interpreta ganhar muitas vezes  possui uma bola também para coloca-la com agilidade (sem ninguém perceber) em meios de brincadeiras. No fim, o golpista oferece a aposta a verdadeira vítima sem ter nenhuma bola em qualquer um dos copos. Este golpe é o mais elaborado que conheci, pois são praticamente como mágicos e artistas de interpretação, levando a qualquer pessoa a alguns minutos de dúvida e questionamento se é real.
DSC_0349
Basilique du Sacré Coeur de Montmartre

Muitas outras pessoas me informaram que existem outros golpes comuns, entretanto só passei por essas 2 tentativas (em apenas 3 semanas…). Mas nem por isso Paris deixa de ser a cidade tão deslumbrante e cheia de vida que é, com eventos abertos ao público e valendo a pena conhecer. 🙂

Então leitores, sempre desconfiem de quando se parece poder ganhar o dinheiro facilmente (principalmente em uma cidade muito turística), para evitar dores de cabeça em uma viagem tão sonhada. 😉

Até o próximo fim de semana pessoal.  😀

P.S. Caso desejarem saber sobre as atualizações do blog, siga me no instagram : viajeane , twitter : blog_viajeane ou na pagina do Facebook. – Agora também no snapchat viajeane com curiosidades e vida cotidiana em tempo real de uma brasileira vivendo na Europa.

 

Anúncios

2 thoughts on “Os perigos em Paris – 3 golpes que tentaram aplicar em mim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s