Bucareste – primeira parte

Olá leitores,

Agradeço por estarem lendo mais uma vez o meu blog e tentarei estar sempre atualizando a cada 15 ou 30 dias, deixando cheio de novidades e experiências, servindo de auxilio nas viagens como fonte de pesquisa.

Hoje irei falar mais um pouco sobre Bucareste. Algumas das atracões desta cidade são os parques e jardins lindíssimos, com lagos e obras.

Os meus parques e o jardim favorito que indico para visitarem são:

Carol Park:

DSC_0807DSC_0799

 

DSC_0818

Nomeado após o rei Carlos I e modificado após o regime comunista, é um lugar com monumentos importantes da historia da cidade; possuindo até mesmo um mausoléu e uma pequena arena onde acontece eventos no verão, tornando o lugar como fonte de entretenimentos com restaurantes e passeios de barco.

Parcul Herăstrău:

DSC_0700

DSC_0687

Era um antigo pântano que foi drenado e restruturado por arquitetos e paisagistas. Este lugar tem como especial o ambiente tranquilo e o passeio de barco para toda a família. Vale a pena reserva um dia inteiro para ir lá.

Cișmigiu Gardens:

DSC_1004

Localizado no centro da cidade, é o maior jardim publico em área central. Cișmigiu Gardens possui um lago artificial (entretanto quando fui em 2015 estava muito calor e tinha secado =( ), estatuas, pontes e tapetes de flores. O Jardim é citado por vários escritores locais em suas obras literárias.

Obviamente existe em Bucareste muitos outros parques interessantes, porém em uma viagem de apenas 2 dias recomendo a visita desses 3 por serem grandes e com detalhes surpreendentes. (Também recomendo uma leitura rápida sobre a historia de cada um, para os curiosos)

Outro fator interessante da cidade é que a maioria da população de Bucareste tem como religião o cristianismo ortodoxo, possuindo algumas regras e rituais diferentes dos católicos, com isso os feriados nem sempre são os mesmos. Uma das festas religiosas que passei na cidade foi o natal (que faz parte também do catolicismo) e posso dizer que a cidade inteira ficou mais iluminada e atrativa (pessoas cantavam músicas natalinas em estações de metrôs, feirinhas com produtos e comidas típicas de Bucareste para esta data) , além de shows abertos ao publico. Realmente uma ótima atmosfera natalina.

DSC_1188

DSC_1193.jpg

DSC_1208.jpg

DSC_1204.jpg

Pessoas locais me contaram que essa data é a mais comemorada por toda a cidade, tornando na minha opinião o melhor período para se visitar, pois verá muitas atrações públicas tradicionais.

Outro destaque é que com a chegada da neve (normalmente em dezembro, porém não ocorreu isso no ano passado; chegando somente em janeiro) se torna incrivelmente diferente. As construções menos preservadas (como mencionei no primeiro post) são cobertas pela camada branca que causa um efeito de “pintura” permitindo a visão clara de quanto aquela estrutura é bonita.

DSC_0001

DSC_0004

DSC_0005

A temperatura da cidade quando neva pode chegar aos -20 graus aproximadamente, porém como todas as cidades da Europa os lugares fechados possuem aquecimentos impedindo totalmente do frio entrar.

No próximo post irei falar sobre maneiras de visitar cidades vizinhas a partir de Bucareste e sobre uma nova cidade da Romênia. Mas, em posts futuros voltarei a falar sobre Bucareste com restaurantes, transportes e  museus.

Até a próxima!

obs: Caso desejarem saber sobre as atualizações do blog, siga me no instagram : viajeane ou na pagina do Facebook.

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s